quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Jogos: Afterlife

Logo quando vi em uma revista especializada que Afterlife seria lançado, contava os dias para que pudesse ter a minha própria cópia. Entretanto, fiquei muito temeroso que o meu computador não pudesse rodar o jogo da LucasArts que muito prometia. Afinal de contas, 8MB de RAM em 1996 não era para qualquer um.

A idéia de jogos de simulação sempre me agradou. Imagine, então, poder construir o céu e o inferno como se estivesse jogando SimCity 2000!

Ao invés de estradas, contruir passagens para as almas pouco pecadoras que perambulam o céu? Ao invés de delegacias, estações de karma? A idéia é muito boa! Na realidade, a idealização de Afterlife é muito boa. O jogo é dotado de um humor negro divertido... sacadas aparentemente geniais, tudo na prática é 10!

Entretanto, apesar de no papel tudo ser celestial péssima tirada, o jogo em si é monótono, confuso e cansativo... Lembrem-se que essa avaliação simplista é com base na minha MODESTA, EGOÍSTA e SUBJETIVA opinião.

É, prezados, Afterlife simplesmente não funcionou. Não pesquisei os dados de vendas do jogo, mas o fato de, alguns anos depois, uma dessas revistas que dão um CD com um "supergame" distribuir Afterlife mostra que o sucesso não foi dos maiores.

Uma pena! Ou melhor, um pecado!

Infos/imagens: MobyGames e Wikipedia.

Nome: Afterlife
Tipo: Jogos / Simulação
Ano: 1996
Autor: LucasArts
Tamanho: ???
OS: DOS e WIN
Info sobre como obter: [aqui]*

*Lembro que o Blog dos Joguinhos não disponibiliza arquivos para download, mas tão somente a indicação de onde o jogo poderá estar disponível para compra ou download de acordo com informações públicas disponíveis em outros sites especializados da Internet (sujeito a alterações dos proprietários destes sites e/ou autores dos jogos).

3 comentários:

  1. Você disse tudo, eu rapidinho deixei de jogar.

    ResponderExcluir
  2. Esse é um jogo para que tem paciencia e o principal TEMPO. É realmene simples, depois que vc entende os controles e as logicas que estão nojogo. E levei oito anos para voltar a jogar esse jogo. Depois desse tempo fui entender os meandos e os desafios desse. Não são muitos é verdade. Mas levam em conta tudo o que era possivel na decada em que foi lançado.

    ResponderExcluir
  3. O jogo é muito bom, mas tem que ter estratégia!
    E as revistas de CD, ao contrário do que você tisse, trouxeram muitos bons jogos, como o caso do Tomb Raider...

    Eu gostei e recomendo!

    ResponderExcluir